Revelado pelo Novorizontino, zagueiro vira opção no Corinthians contra o Boca Juniors

O Novorizontino, clube que revelou o jogador, ainda tem um porcentagem dos direitos econômicos

Categorias:

Por: , 05/07/2022

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Novo Horizonte, SP, 05 (AFI) – Com vários problemas causados por lesões e suspensões, o técnico Vitor Pereira tem sido desafiado jogo após jogo para montar os times titulares do Corinthians. Dentre nomes como Paulinho, Fagner, Renato Augusto, Adson e até pouco tempo o zagueiro Gil, alguns jovens atletas têm ganhado oportunidade de entrar em campo para defender o time profissional. Um dos atletas mais cercados de expectativa é o zagueiro Robert Renan, revelado pelo Grêmio Novorizontino e que chegou ainda para a base corintiana.

Mesmo com o retorno do experiente zagueiro Gil, recuperado de lesão, Robert está relacionado para o grupo de atletas que enfrenta o Boca Juniors, na La Bombonera, nesta terça-feira (05), pela volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil. Confiante na capacidade do jovem, Vitor Pereira explica o porquê de manter o zagueiro entre os relacionados: “Robert tem irreverência, confiança e muita qualidade. É um jogador que tem muito o que crescer ainda, mas já demonstra um grande potencial. Tem tudo para ir se adaptando aos poucos e se tornar um zagueiro referência no elenco do Corinthians”, declara o português.

Entretanto, este curto caminho até o futebol profissional não é surpresa para quem acompanhou o atleta desde seu início. Marildo Ferreira, coordenador das categorias de base do Novorizontino, que revelou o zagueiro e através de uma parceria acertou sua transferência para a base corintiana, conta que o jogador já era ‘bola cantada’.

“Não me surpreende que Robert ascendeu ao profissional e integra a Seleção Sub-20, ele realmente tem potencial pra isso. Desde a época que estava aqui no Novorizontino ele apresentava boas condições”, avalia o coordenador.

Quem também observava de perto o jovem zagueiro é o presidente do Grêmio Novorizontino, Genilson Santos: “É um atleta que o clube sempre acreditou muito e ele vem crescendo ano após ano devido ao seu grande potencial e toda a condição dada pelo Corinthians”, completa o mandatário do Tigre.

Robert chegou ao Corinthians negociado pelo Tigre do Vale em 2019. Em suas primeiras aparições já foi alçado à titularidade da defesa alvinegra no Sub-17. Em 2021, subiu para a categoria Sub-20 e teve seu contrato renovado até o fim de 2024, com uma multa de rescisão de 50 milhões de euros para clubes estrangeiros. Na atual temporada, o jogador já soma convocações para a Seleção Brasileira sub-18 e Sub-20, onde conquistou o título do Torneio Internacional de ES.

INTERESSE DA EUROPA?

Nas últimas semanas, foi veiculada uma possível investida de times ingleses pelo zagueiro e as propostas giram em torno de 12 milhões de euros. O Corinthians detém 55% dos direitos econômicos do atleta, os outros 45% são divididos entre o Novorizontino, clube formador de Robert Renan, e o empresário do jogador. Genilson explicou que manter um percentual de jogadores que passaram pelas categorias de base é uma estratégia já implantada na metodologia de trabalho do clube de Novo Horizonte, ressaltando a importância deste fato para a saúde financeira do Novorizontino:

“O Novorizontino tem um percentual de 20% sobre o atleta, esses percentuais são muito importantes para o futuro financeiro do clube, uma vez que todos esses recursos, serão investidos na própria estruturação e melhorias do trabalho do clube”, conta Genilson.

Robert Renan é mais um caso de jogadores que passaram pelas categorias de base do Novorizontino, antes de ingressar em um dos grandes clubes de São Paulo. Dois casos recentes são dos atacantes Rodrigo e Cauê. No primeiro caso, o jovem atuou no Palmeiras e atualmente defende as cores do Real Madrid B. Já Cauê também jogou no Corinthians e hoje em dia está no Lommel SK, time belga que pertence ao Grupo City.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.