Cássio se posiciona sobre caso entre Rafael Ramos e Edenilson, mas prefere esperar investigação

Na última rodada do uma situação delicada paralisou o jogo entre e Internacional, e ainda não foi 100% solucionada. Edenilson acusou Rafael Ramos de tê-lo chamado de macaco. Nesta sexta-feira, em entrevista coletiva, o goleiro comentou sobre o assunto.

"Sobre o Rafa, eu sou contra qualquer preconceito e ato racista. É uma situação que deixo a par do Corinthians, está tendo um inquérito em cima disso. Não estou dizendo que o Edenilson está mentindo, mas o Rafa sempre se mostrou muito honesto desde que chegou aqui. Está havendo uma investigação, então vou deixar para falar sobre isso quando o caso for resolvido. Mas que não haja dúvida, sou contra o racismo e qualquer outro preconceito", declarou em coletiva no

A última atualização do caso foi na segunda-feira, quando a procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD) solicitou a abertura de inquérito para investigar o suposto caso de injúria racial cometido por Rafael Ramos. O lateral-direito, ainda na noite do acontecimento, negou tudo em entrevista e também em suas redes sociais.

A Procuradoria do STJD solicita que os jogadores envolvidos e a equipe de arbitragem sejam ouvidos pela investigação. Caso o pedido de inquérito seja deferido, de acordo com o Art. 82 do CBJD, "o presidente do STJD sorteará o auditor processante" e o mesmo terá "quinze dias para sua conclusão, prorrogável por qualquer período".

Veja mais em: e .

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.